História

O jornal “O Trecheiro” foi lido pela primeira vez no mês de agosto de 1991, quando ainda suas notícias e fotos vinham impressas numa folha de tamanho ofício. Suas duas páginas traziam os fatos que aconteciam com a população de rua da região central de São Paulo.

O Jornal veio amadurecendo no decorrer do tempo, mudando seu formato, qualificando suas matérias e incluindo a população de rua nos processos de produção e divulgação. 

O agravamento da situação das pessoas nas ruas da cidade está a cada dia mais visível. O último censo oficial, da cidade de São Paulo realizado em 2019 pela Qualitest Ciências e Tecnologia Ltda, apontou 24.344 pessoas, dessas 12.651 estão sem nenhum tipo de acolhimento. A concentração dessas pessoas, se dá na sua maior parte no centro da cidade, devido ao maior acesso aos recursos básicos de sobrevivência existentes. 

Destacamos alguns problemas afetam severamente o público atendido: acolhimento, a fome, violência e a exclusão digital. Frente a estes desafios queremos contribuir com o problema da fome.

Nesse contexto, o Jornal “O Trecheiro” é um instrumento relevante para a população de rua, ele cumpre o papel de registrar, denunciar e anunciar as histórias das vidas nas ruas, as violações de direitos e as ações em favor desse público. Além disso, as  pessoas em situação de rua sempre foram tratadas como vadios, bêbados, criminosos, desprovida de qualquer virtude ou dignidade pessoal. O jornal “ O Trecheiro”, atua para desmitificar e fortalecer a garantia de direitos dessa população.

O Jornal é escrito pela população em situação de rua, colaboradores e pessoas que tem afinidades com a causa. Outros profissionais também têm uma participação relevante na produção, eles: fotógrafos, revisores e diagramadores.  Toda equipe é voluntaria. 

A impressão é feita em parceria pela Editora Paulus, que há muitos anos apoia e acredita no nosso trabalho. Ele tem tiragem de 7.000 mil exemplares.

O Jornal é distribuído nas ruas, nos centros de atendimento à população em situação de rua, em órgãos governamentais. É disponibilizado também no site e redes sociais da Associação Rede Rua. (obs: Devido a pandemia, a impressão  e distribuição da versão tabloide foi interrompida. Para alcançar seus objetivos, o Jornal está sendo elaborado no formato de mural, e está sendo distribuída nos centros de circulação da população em situação de rua.)

Em 2020, a partir de uma parceria com a Rádio da Rua, foi possível ampliar a divulgação para a versão de Podcast. Podendo também ser acompanhado pelo You Tube ou Spotify. 


Você pode entrar em contato com nossa equipe editorial através dos seguintes canais:

Sede do Jornal: Endereço: Rua Sampaio Moreira, 110 casa 09 – Brás – São Paulo. 

Telefones: (11) 3311-6642  (11) 3313-2670 (WhatsApp)  (11) 95898-7607 (WhatsApp).

E-mail: equipejornalotrecheiro@gmail.com