História

O jornal O Trecheiro foi lido pela primeira vez no mês de agosto de 1991, quando ainda suas notícias e fotos vinham impressas numa folha de tamanho ofício. Suas duas páginas traziam os fatos que aconteciam com a população de rua da região central de São Paulo.

O Jornal foi amadurecendo conforme o crescente aumento do número de pessoas morando nas ruas, que no início da década de 90, já alcançava níveis assustadores, hoje, de acordo com a pesquisa da FIPE (2015) são, aproximadamente, 16 mil pessoas vivendo nas ruas da cidade. As  pessoas em situação de rua sempre foram tratadas como vadios, bêbados, criminosos, desprovida de qualquer virtude ou dignidade pessoal. O jornal atua para desmitificar e fortalecer a garantia de direitos dessa população.

O Jornal é escrito por população em situação de rua, voluntários, colaboradores e pessoas que tem afinidades com a causa. Temos uma equipe de revisores voluntários também e sua impressão é feita pela Editora Paulus, que há muitos anos apoia e acredita no nosso trabalho. Atualmente ele tem tiragem de 7.000 mil exemplares, que são distribuídos nas ruas, nos centros de atendimento a população em situação de rua, em órgãos governamentais.